Rua Bento Gonçalves, Nº 2310
12° andar - Centro
Novo Hamburgo - RS
Tel/Fax (51) 3594.1011

E-mail:
Pedidos de recuperação judicial de empresas crescem mais de 40% neste ano. AMC Advogados conta com profissionais capacitados para encaminhar esta situação

Informações divulgadas pelo Serasa Experian neste mês de setembro dão conta de que os pedidos de recuperação judicial de empresas cresceram mais de 40% neste ano. Os analistas confirmam a instabilidade econômica pela qual passa o Brasil como causa mais relevante para o alarmante número de novos pedidos de recuperações judiciais. O estudo traz um quadro comparativo que apresenta um crescimento de 41,6%, nas falências e recuperações judiciais, de janeiro a agosto deste ano na comparação a igual período de 2014. As 766 solicitações feitas nos primeiros oito meses de 2015 representam o maior para acumulado desde 2006, após entrar em vigor da Nova Lei de Falências, de junho de 2005. Só em agosto, foram 139 empresas ? 113,8% a mais do que um ano antes, quando 65 entraram com o requerimento.

As estatísticas trazem as micro e as pequenas empresas como aquelas que mais ingressaram com pedidos de recuperação judicial e falência, tanto no último mês de agosto, quanto no acumulado do ano de 2015. De janeiro até o mês passado, elas apresentaram 393 solicitações. Só no mês passado, foram 70. Além disso, um total de 54 empresas de porte médio pediram recuperação judicial em agosto, trazendo um acumulado de 228 no ano. As grandes registraram 15 solicitações no mês passado e 145 nos oito primeiros meses de 2015. O número total de 766 pedidos de recuperação judicial de janeiro a agosto é o maior já registrado pelo indicador da Serasa Experian desde 2006.

O sócio fundador da AMC Advogados, Antonio Marcelo Caleffi, há mais de 30 anos advogado militante nessa área do direito, explica que "esta grave crise financeira que estamos enfrentando, seguramente, é o grande desafio da nova Lei de Falências, que trouxe a recuperação judicial como sua modificação mais importante. Com o aumento do número de pedidos, poderemos ter a exata noção se o Poder Judiciário está realmente preparado para garantir a eficiência na continuidade das sociedades em recuperação. Por outro lado, se as sociedades tivessem a real noção acerca da importância de se manter uma assessoria jurídica ao lado da assessoria contábil, mais da metade desses pedidos não chegariam às portas do Judiciário." Para a solução de outras dúvidas, a AMC Advogados coloca seus profissionais à disposição através do e-mail amcaleffi@amcaleffi.com.br.

OUTRAS NOTÍCIAS

Dr. Antonio Marcelo Caleffi reconhece trajetória de sucesso da revista Expansão RS
A.M. Caleffi Advogados participa de edição comemorativa da Revista Expansão
Escritório A.M. Caleffi Advogados investe no relacionamento com clientes
Turma do TST tem novo entendimento sobre a aplicação de multa civil
STJ Define Quando há Impossibilidade de que Pagamento de Honorários Seja Feito em Nome da Sociedade de Advogados
Não Há Incidência de I.R. Sobre o Lucro Imobiliário na Venda de Imóvel Recebido por Herança
TJ/MS Reconhece Impenhorabilidade de Bem de Família de Fiador de Locação
Impenhorabilidade de Bem de Família é Direito Disponível
Isenção de Imposto de Renda Sobre Indenização Trabalhista
Supremo aprova a décima súmula vinculante
Publicadas as Duas Leis que Alteram Vários Dispositivos do Código de Processo Penal
Superior Tribunal de Justiça Abandona o Formalismo nas Petições Enviadas por Fax
Jogadores Obtêm na Justiça do Trabalho Indenização da Cláusula Penal
Empresa Condenada por Propaganda Enganosa
Para ser Válido, Edital Deve Ser Publicado no Jornal de Maior Circulação Local
Acórdão do TJRS Afasta a Compensação de Honorários Advocatícios
Correio Eletrônico Equipara-se ao Fac-Símile
Endereços Eletrônicos dos Cartórios do RS à Disposição dos Advogados
Competência da Justiça do Trabalho para Julgar Ação de Cobrança de Honorários de Advogado
Contrato de Seguro-Saúde:Condenação da Seguradora por Cláusulas Abusivas
Processo Eletrônico: O Superior Tribunal de Justiça Receberá Petição pela Internet
Dissolução de Sociedade: Transmissão Imediata das Ações do "de cujus" aos Herdeiros, Diante do Princípio da "Saisine"
Dano Moral em Razão de Overbooking
Conheça as 34 Alíneas Usadas pelos Bancos para a Devolução de Cheques
Fiadores só são Obrigados a Assumir Débitos no Limite dos Contratos que Assinaram
A Penhora On Line na Execução Extrajudicial
Veja as Súmulas da Corte Superior de Justiça
Entenda como Funciona a Nova Cobrança de Telefone Fixo por Minuto
ICMS não Pode Incidir Sobre Atividade-Meio de Telecomunicações
Copyright 2017 © A. M. Caleffi Advogados. Todos os direitos reservados.